O trabalho, a produção destrutiva e a des-realização da liberdade

Quer entender um pouco o mundo do trabalho atual? Esse breve textinho de Ricardo Antunes (4 páginas) dá uma boa introdução tema, explicando que apesar do discurso dominante afirmar que a humanidade chegou a seu ponto alto, com grande democracia e bem estar … a realidade é bem diferente. O texto aborda as modalidades de trabalho em expansão atualmente, a enorme precarização do trabalho, o desemprego estrutural, etc …

Para quem estiver interessado em aprofundar a leitura, esse artigo é do livro Adeus ao Trabalho (do mesmo autor). [um dos melhores textos desse livro e que é uma versão ampliada do que consta nesse post é “A crise contemporânea e as metamorfoses no mundo do trabalho”]
Livros que considero excelentes sobre o tema (melhores que “Adeus ao Trabalho”) são “Democracia Totalitária: Teoria e prática da empresa soberana” e “Transnacionalização do capital e fragmentação dos trabalhadores”, ambos de João Bernardo.
A leitura desses livros (especialmente os de João Bernardo) faz qualquer pessoa olhar o seu ambiente de trabalho de uma maneira completamente diferente …
Todos esses livros podem ser encontrados na internet …

O TRABALHO, A PRODUÇÃO DESTRUTIVA E A DES-REALIZAÇÃO DA LIBERDADE – Ricardo Antunes
Ah! O formato do arquivo é Open Document Text. Um formato de texto livre e que qualquer Office pode implementar, se você infelizmente usa algum Microsoft Office antigo que boicotavam o formato (acho que os novos já abrem) … você pode abrir no BrOffice (suíte de escritório livre) ou no Google Docs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: